O famoso slogan "Red Bull te dá asas" nunca custou tão caro à empresa.  Ele foi usado por mais de duas décadas nas campanhas da marca de bebidas energéticas. Mas agora custará 13 milhões de dólares.

A empresa resolveu pagar a quantia para encerrar uma ação coletiva nos EUA que a acusava de propaganda enganosa. Afinal, ninguém "ganhou asas".

Em uma nota oficial, a Red Bull disse que aceitou pagar o dinheiro para evitar os custos do litígio. Os 13 milhões serão distribuídos entre milhões de consumidores.

Com o acordo, os clientes que compraram a bebida nos últimos dez anos poderão escolher entre ser reembolsados em dez dólares ou receber um voucher de 15 dólares para gastarem com produtos Red Bull.

A ação

O criador da ação - à qual se juntaram outros clientes posteriormente - é o americano Benjamin Careathers. Ela foi criada em 16 de janeiro de 2013, em uma corte distrital de Nova York.

Ele alegou consumir a bebida desde 2002, sem perceber resultados em seu desempenho. Disse que a empresa enganou os consumidores ao falar "Red Bull te dá asas" e ao dizer que a bebida aumenta a velocidade e capacidade de reação e concentração.

A marca deixou claro que "desistir" de lutar contra a ação não significa que concorda que praticou propaganda enganosa, sim que quer evitar mais custos.

"Defendemos que nossos comerciais e embalagens sempre foram verdadeiros e precisos. Negamos toda e qualquer irregularidade ou responsabilidade", anunciaram ao site BevNet.

 

Wang Zhengyang disse que elaborou o seu primeiro ataque no sistema da sua própria escola, pois não queria passar horas fazendo o dever de casa
Redação.

Wang Zhengyang. Esse é o nome do mais jovem hacker da China, de 13 anos, que chamou atenção da mídia por discursar sobre segurança de sistemas na Conferência de Segurança da Internet, realizada no fim do mês passado em Pequim.

O pequeno se classifica como um “white hat” ou "chapéu branco", uma espécie de hacker que se dedica a conhecer e modificar os aspectos internos de dispositivos, programas e redes de computadores.

"É interessante procurar por riscos de cibersegurança e me sinto feliz quando encontro um, mas eu não uso meu talento para algo ilegal. Eu acho que aqueles que invadem sistemas o dia inteiro por lucro são imorais", disse Wang à emissora chinesa CCTV.

O "pequeno gênio", como é conhecido na comunidade de hackers chinesa, elaborou o seu primeiro “ataque” no sistema da própria escola. O motivo? Ele não queria passar horas fazendo o dever de casa. Após isso, Wang modificou o pagamento de uma loja on-line, alterando o valor normal de quase U$D 400 para apenas U$D 0,40.

Desde então, ele se especializou em descobrir falhas e consertou mais de cem sistemas vulneráveis em empresas e instituições da China.

"Você precisa atacar o site para encontrar suas fraquezas", finaliza o Menino.

Bill Mello é um jovem músico angolano residente na Africa do Sul, está com o seu segundo videoclipe promocional do estilo Afro House intutilado "Ai meu sogro".


Uma história amorosa que aconteceu à 1 ano, entre o seu sogro e a sua ex- namorada em Johannesburg.

O vídeo vai estreiar a próxima Quinta-Feira com exclusividade à Platina Line.

 

Na noite de Quarta-Feira, 08 de Outubro, o músico Vulinho Quissua fez o lançamento oficial do seu vídeoclipe da música “Historia do Semba”, no Miami Beach.

O semba teve as participações dos músicos Yuri da Cunha e Banda Maravilha, mas, não puderam fazer-se presente por motivos não decifrados. Durante o evento, teve show ao vivo onde o músico acima referido apresentou alguns dos seus trabalhos, partilhando o palco com o Grupo as “Amazonas” e o músico Geovani dos Garimpeiros.

Numa altura em que o estilo Semba tem se destacado, antes cantado pelos nossos kotas, hoje cantado pela nossa juventude que trazem uma evolução e um outro ritmo. Vulinho Quissua nesta música vem contar a historia do surgimento do Semba, os seus instrumentos tocados na altura, bem como os seus percussores, comparando com o semba actual que tem outro ritmo e esta ser bem apreciado pela juventude.

 

Assista o vídeo:

 

 
 
 

Um novo estudo científico de dois sexólogos italianos propõe uma revisão radical de tudo o que tem sido dito e escrito sobre a vagina e o orgasmo feminino.

O argumento central do trabalho a publicar no Jornal de Anatomia Clínica é o da inexistência de um “clítoris interno”, ou de qualquer extensão da área clitoriana para o interior da vagina.

Consequentemente, defendem Vincenzo e Giulia Puppo, do Centro Italiano de Sexologia, não há qualquer orgasmo vaginal. Tudo o que existe é o orgasmo clitoriano, que segundo os dois cientistas deve ser correctamente designado de “orgasmo feminino”, já que será o único.

“O orgasmo vaginal não tem base científica e o termo foi inventado por Freud”, afirmam. “O orgasmo ‘vaginal’ que algumas mulheres reportam é sempre causado pelos órgãos erécteis em redor”, explicam. Ou seja, o clítoris, que consideram ser a única fonte da tão desejada explosão de prazer.

O clítoris, recorde-se, é um pequeno órgão localizado no exterior do corpo, junto à entrada da vagina.

Portanto, uma das conclusões-chave do estudo é que muitas mulheres andam a ser diagnosticadas com um problema que na verdade não existe, e que não deve ser motivo de preocupação – o facto de não terem um orgasmo através da estimulação vaginal. Aliás, os autores afirmam que a sua pesquisa indica que a maioria das mulheres não tem orgasmos durante a penetração.

O estudo contém outras ideias que prometem gerar bastante polémica. Os Puppo negam a existência do muito discutido “ponto G”, sugerindo mesmo estar-se perante uma “fraude científica”. E declaram que todas as mulheres são capazes de atingir o orgasmo se foram correctamente estimuladas.

Apesar de estar a ser apresentado como a “palavra final” no longo debate sobre a anatomia íntima feminina, o estudo deverá acabar por alimentar novas conversas sobre o orgasmo. Incluindo na cama.

quarta, 08 outubro 2014 19:42

Cidade do kilamba vai receber Anselmo Ralph

O Musico Anselmo Ralph , o maior nome da musica moderna em Angola, , vão abrilhantar a festa da Emotions Party no próximo dia 01 de Novembro, Sábado na Tenda da Cidade do Kilamba a partir das 20h.

o evento será animado pelos Djs Kapiro, Paulo Alves, Wallge, Osvaldo Mix, Kelson Mario, Uno e Nibox . O produção do evento , afirmou que "Não foi fácil encontrar um “furo” na agenda do músico que têm inúmeras atividades agendadas não só em Angola, mas também no exterior do país, porem Anselmo Ralph faz questão de estrear-se e de levar os seus sucessos aos fãs da cidade do Kilamba".


Os ingressos estão a ser comercializados no preço único de 7 mil kzs para os Homens, as Mulheres pagam 5 mil kzs, e Vip 10 mil akzs com bar A e quinhentos Kwanzas (bar fechado), e Dez mil Kwanzas para área VIP (bar aberto). E, terá ainda muita animação e surpresas.

quarta, 08 outubro 2014 19:17

Emotions Party com Anselmo Ralph

 

O criador da marca “IB” promete apresentar o melhor que existe em termos de cor e acabamentos no dia 24 de Outubro, primeiro dia de desfiles, levando à passarela do Belas Fashion uma colecção de roupa masculina de gala, com estilo clássico-desportivo, trabalhada com tecido sarja, privilegiando as cores menos vibrantes como o preto, cinzenta, creme e castanho, cores elegantes para os homens.

“A colecção que vou apresentar prima pela elegância masculina e pretende acabar com o tabu do uso de roupas sociais que os jovens dizem ser apenas específica para senhores e idosos”, disse optimista, antecipando a apresentação da criação que decidiu denominar Maria, em homenagem a sua mãe, sua grande fonte de inspiração.

A colecção de ternos, gravatas e calças é rica em detalhes desportivos, visíveis na parte anterior das mangas, e nas barras coloridas que acentuam o pendor desportivo de cada peça. “Trata-se de fatos sociais com tonalidade desportiva que podem ser usados diariamente e não apenas em eventos especiais” acrescentou ansioso pela sua participação num dos eventos principais do calendário da moda angolana.

Voltado ao desenho de roupas masculinas, Indical Barbosa entrou no mundo da alta costura em 2006, tendo participado pela primeira vez, em 2007, num desfile: no Moda Luanda. Formado em Alta Costura na África do Sul, assina a marca IB, uma grife de roupas masculinas que tem deixado a sua marca pelo rigor no corte e pelas propostas singulares.

O estilista que tem preferência o uso do tecido Sarja, já vestiu personagens de renome, como Paulo Cassoma, Ex-presidente da Assembleia Nacional, o jornalista Victor Hugo Mendes e os músicos Caló Pascoal e Addy Lima.

O Belas Shopping abre mais uma vez as portas ao melhor da sociedade angolana, para dois dias de desfiles, 24 e 25 de Outubro, num evento exclusivo que promove a interacção entre estilistas, músicos, artistas plásticos, empresários, políticos e profissionais de vários segmento. Preparado ao mínimo detalhe, o Belas Fashion destaca-se pelo nível da organização e pela qualidade dos desfiles, dos estilistas e convidados, elementos que convergem para a materialização de um dos eventos mais emblemáticos na moda nacional.

Legenda da foto: Rui Lopes, Sonwabile Ndamase, Jan Malan e Indical Barbosa na primeira edição do Angola Business Fashion.

Um homem de 54 anos matou a mulher, de 50, com quem tinha casado horas antes no Indiana, Estados Unidos, e suicidou-se de seguida.

O caso aconteceu em Terre Haute – localidade conhecida por ser um centro de execução de presos condenados à morte – e explica-se por um dos factores que mais frequentemente leva ao término de uma relação: o dinheiro.

A peculiaridade de mais um caso de violência conjugal extrema está no facto de ter ocorrido escassas horas após o casamento de George Samson, o homicida-suicida, e Kelly Ecker, a vítima.

De acordo com o jornal IndyStar, Kelly ligou o número de emergência apenas três minutos depois do último convidado abandonar a festa, que terminou pouco depois da uma da manhã de domingo devido ao mau ambiente gerado pelas constantes discussões do casal. Ainda durante a chamada, o marido matou a mulher a tiro.

Testemunhas citadas pela imprensa local afirmam que o casal tinha brigado devido ao acordo de comunhão de bens. “Nunca irás pôr as mãos no meu dinheiro”, terá dito George. O álcool terá contribuído para o desfecho trágico, dizem os convidados do casamento.

George e Kelly trabalhavam no mesmo hospital do Indiana e viviam juntos com o filho de 10 anos da enfermeira, fruto de uma relação anterior. Segundo a imprensa, nada faria prever o desfecho violento da relação.

Desde 1986 que passou a aparticipar em alguns concursos da Canção realizada pela cultura da provincia de Malanje Chim João Quissua, (Vulinho Quissua) nasceu aos 07 de Dezembro de 1977 em Malanje. o músico é formado em Contabilidade de Gestão e Admistração de empresa.


Comecço da carreira: Desde muito pequeno, que Vulinho sempre gostou de música, acompanhava sempre os seus país a igreja, só para poder ver o grupo da Igreja a cantar, depois de um tempo pede aos seus pais para poder cantar também na quele grupo, e lhe autorizaram, onde ele aprofundou os seus conhecimentosxz tendo aula de canto.


O mercado angolano: o mercado angolano esta a evoluir porque antigamente so cantavam muitos não misturavam e agora estamais rigoroso e ha aquela necessidade de ir para outros países para fazer um trabalho melhor e com mais qualidade.


Dificuldades: Passo em algumas dificuldades sim principalmente na divulgação da musica e para gravar o primeiro album porque no nosso país para conseguir o patrocinador é dificil.


Dueto: Faria dueto com muitos musicos mais sitando alguns posso falar de Yuri da Cunha, Bangão, Matias damasios, Paulo Flores Puto português e muitos outros musicos.


Projectos: promover mais o meu trabalho e tentar trabalhar mais no album que esta preste a sair.


Albuns: Lancei álbum em 2012 intitúlado ”Nvula Weza” com 12 faixas musicais, e penso em lançar outro album ainda o proximo ano mais sem data prevista.


Texto: Iraneth da Cruz

O famoso slogan "Red Bull te dá asas" nunca custou tão caro à empresa.  Ele foi usado por mais de duas décadas nas campanhas da marca de bebidas energéticas. Mas agora custará 13 milhões de dólares.

A empresa resolveu pagar a quantia para encerrar uma ação coletiva nos EUA que a acusava de propaganda enganosa. Afinal, ninguém "ganhou asas".

Em uma nota oficial, a Red Bull disse que aceitou pagar o dinheiro para evitar os custos do litígio. Os 13 milhões serão distribuídos entre milhões de consumidores.

Com o acordo, os clientes que compraram a bebida nos últimos dez anos poderão escolher entre ser reembolsados em dez dólares ou receber um voucher de 15 dólares para gastarem com produtos Red Bull.

A ação

O criador da ação - à qual se juntaram outros clientes posteriormente - é o americano Benjamin Careathers. Ela foi criada em 16 de janeiro de 2013, em uma corte distrital de Nova York.

Ele alegou consumir a bebida desde 2002, sem perceber resultados em seu desempenho. Disse que a empresa enganou os consumidores ao falar "Red Bull te dá asas" e ao dizer que a bebida aumenta a velocidade e capacidade de reação e concentração.

A marca deixou claro que "desistir" de lutar contra a ação não significa que concorda que praticou propaganda enganosa, sim que quer evitar mais custos.

"Defendemos que nossos comerciais e embalagens sempre foram verdadeiros e precisos. Negamos toda e qualquer irregularidade ou responsabilidade", anunciaram ao site BevNet.

 

Wang Zhengyang disse que elaborou o seu primeiro ataque no sistema da sua própria escola, pois não queria passar horas fazendo o dever de casa
Redação.

Wang Zhengyang. Esse é o nome do mais jovem hacker da China, de 13 anos, que chamou atenção da mídia por discursar sobre segurança de sistemas na Conferência de Segurança da Internet, realizada no fim do mês passado em Pequim.

O pequeno se classifica como um “white hat” ou "chapéu branco", uma espécie de hacker que se dedica a conhecer e modificar os aspectos internos de dispositivos, programas e redes de computadores.

"É interessante procurar por riscos de cibersegurança e me sinto feliz quando encontro um, mas eu não uso meu talento para algo ilegal. Eu acho que aqueles que invadem sistemas o dia inteiro por lucro são imorais", disse Wang à emissora chinesa CCTV.

O "pequeno gênio", como é conhecido na comunidade de hackers chinesa, elaborou o seu primeiro “ataque” no sistema da própria escola. O motivo? Ele não queria passar horas fazendo o dever de casa. Após isso, Wang modificou o pagamento de uma loja on-line, alterando o valor normal de quase U$D 400 para apenas U$D 0,40.

Desde então, ele se especializou em descobrir falhas e consertou mais de cem sistemas vulneráveis em empresas e instituições da China.

"Você precisa atacar o site para encontrar suas fraquezas", finaliza o Menino.

Bill Mello é um jovem músico angolano residente na Africa do Sul, está com o seu segundo videoclipe promocional do estilo Afro House intutilado "Ai meu sogro".


Uma história amorosa que aconteceu à 1 ano, entre o seu sogro e a sua ex- namorada em Johannesburg.

O vídeo vai estreiar a próxima Quinta-Feira com exclusividade à Platina Line.

 

Na noite de Quarta-Feira, 08 de Outubro, o músico Vulinho Quissua fez o lançamento oficial do seu vídeoclipe da música “Historia do Semba”, no Miami Beach.

O semba teve as participações dos músicos Yuri da Cunha e Banda Maravilha, mas, não puderam fazer-se presente por motivos não decifrados. Durante o evento, teve show ao vivo onde o músico acima referido apresentou alguns dos seus trabalhos, partilhando o palco com o Grupo as “Amazonas” e o músico Geovani dos Garimpeiros.

Numa altura em que o estilo Semba tem se destacado, antes cantado pelos nossos kotas, hoje cantado pela nossa juventude que trazem uma evolução e um outro ritmo. Vulinho Quissua nesta música vem contar a historia do surgimento do Semba, os seus instrumentos tocados na altura, bem como os seus percussores, comparando com o semba actual que tem outro ritmo e esta ser bem apreciado pela juventude.

 

Assista o vídeo:

 

 
 
 

Um novo estudo científico de dois sexólogos italianos propõe uma revisão radical de tudo o que tem sido dito e escrito sobre a vagina e o orgasmo feminino.

O argumento central do trabalho a publicar no Jornal de Anatomia Clínica é o da inexistência de um “clítoris interno”, ou de qualquer extensão da área clitoriana para o interior da vagina.

Consequentemente, defendem Vincenzo e Giulia Puppo, do Centro Italiano de Sexologia, não há qualquer orgasmo vaginal. Tudo o que existe é o orgasmo clitoriano, que segundo os dois cientistas deve ser correctamente designado de “orgasmo feminino”, já que será o único.

“O orgasmo vaginal não tem base científica e o termo foi inventado por Freud”, afirmam. “O orgasmo ‘vaginal’ que algumas mulheres reportam é sempre causado pelos órgãos erécteis em redor”, explicam. Ou seja, o clítoris, que consideram ser a única fonte da tão desejada explosão de prazer.

O clítoris, recorde-se, é um pequeno órgão localizado no exterior do corpo, junto à entrada da vagina.

Portanto, uma das conclusões-chave do estudo é que muitas mulheres andam a ser diagnosticadas com um problema que na verdade não existe, e que não deve ser motivo de preocupação – o facto de não terem um orgasmo através da estimulação vaginal. Aliás, os autores afirmam que a sua pesquisa indica que a maioria das mulheres não tem orgasmos durante a penetração.

O estudo contém outras ideias que prometem gerar bastante polémica. Os Puppo negam a existência do muito discutido “ponto G”, sugerindo mesmo estar-se perante uma “fraude científica”. E declaram que todas as mulheres são capazes de atingir o orgasmo se foram correctamente estimuladas.

Apesar de estar a ser apresentado como a “palavra final” no longo debate sobre a anatomia íntima feminina, o estudo deverá acabar por alimentar novas conversas sobre o orgasmo. Incluindo na cama.

quarta, 08 outubro 2014 19:42

Cidade do kilamba vai receber Anselmo Ralph

O Musico Anselmo Ralph , o maior nome da musica moderna em Angola, , vão abrilhantar a festa da Emotions Party no próximo dia 01 de Novembro, Sábado na Tenda da Cidade do Kilamba a partir das 20h.

o evento será animado pelos Djs Kapiro, Paulo Alves, Wallge, Osvaldo Mix, Kelson Mario, Uno e Nibox . O produção do evento , afirmou que "Não foi fácil encontrar um “furo” na agenda do músico que têm inúmeras atividades agendadas não só em Angola, mas também no exterior do país, porem Anselmo Ralph faz questão de estrear-se e de levar os seus sucessos aos fãs da cidade do Kilamba".


Os ingressos estão a ser comercializados no preço único de 7 mil kzs para os Homens, as Mulheres pagam 5 mil kzs, e Vip 10 mil akzs com bar A e quinhentos Kwanzas (bar fechado), e Dez mil Kwanzas para área VIP (bar aberto). E, terá ainda muita animação e surpresas.

quarta, 08 outubro 2014 19:17

Emotions Party com Anselmo Ralph

 

O criador da marca “IB” promete apresentar o melhor que existe em termos de cor e acabamentos no dia 24 de Outubro, primeiro dia de desfiles, levando à passarela do Belas Fashion uma colecção de roupa masculina de gala, com estilo clássico-desportivo, trabalhada com tecido sarja, privilegiando as cores menos vibrantes como o preto, cinzenta, creme e castanho, cores elegantes para os homens.

“A colecção que vou apresentar prima pela elegância masculina e pretende acabar com o tabu do uso de roupas sociais que os jovens dizem ser apenas específica para senhores e idosos”, disse optimista, antecipando a apresentação da criação que decidiu denominar Maria, em homenagem a sua mãe, sua grande fonte de inspiração.

A colecção de ternos, gravatas e calças é rica em detalhes desportivos, visíveis na parte anterior das mangas, e nas barras coloridas que acentuam o pendor desportivo de cada peça. “Trata-se de fatos sociais com tonalidade desportiva que podem ser usados diariamente e não apenas em eventos especiais” acrescentou ansioso pela sua participação num dos eventos principais do calendário da moda angolana.

Voltado ao desenho de roupas masculinas, Indical Barbosa entrou no mundo da alta costura em 2006, tendo participado pela primeira vez, em 2007, num desfile: no Moda Luanda. Formado em Alta Costura na África do Sul, assina a marca IB, uma grife de roupas masculinas que tem deixado a sua marca pelo rigor no corte e pelas propostas singulares.

O estilista que tem preferência o uso do tecido Sarja, já vestiu personagens de renome, como Paulo Cassoma, Ex-presidente da Assembleia Nacional, o jornalista Victor Hugo Mendes e os músicos Caló Pascoal e Addy Lima.

O Belas Shopping abre mais uma vez as portas ao melhor da sociedade angolana, para dois dias de desfiles, 24 e 25 de Outubro, num evento exclusivo que promove a interacção entre estilistas, músicos, artistas plásticos, empresários, políticos e profissionais de vários segmento. Preparado ao mínimo detalhe, o Belas Fashion destaca-se pelo nível da organização e pela qualidade dos desfiles, dos estilistas e convidados, elementos que convergem para a materialização de um dos eventos mais emblemáticos na moda nacional.

Legenda da foto: Rui Lopes, Sonwabile Ndamase, Jan Malan e Indical Barbosa na primeira edição do Angola Business Fashion.

Um homem de 54 anos matou a mulher, de 50, com quem tinha casado horas antes no Indiana, Estados Unidos, e suicidou-se de seguida.

O caso aconteceu em Terre Haute – localidade conhecida por ser um centro de execução de presos condenados à morte – e explica-se por um dos factores que mais frequentemente leva ao término de uma relação: o dinheiro.

A peculiaridade de mais um caso de violência conjugal extrema está no facto de ter ocorrido escassas horas após o casamento de George Samson, o homicida-suicida, e Kelly Ecker, a vítima.

De acordo com o jornal IndyStar, Kelly ligou o número de emergência apenas três minutos depois do último convidado abandonar a festa, que terminou pouco depois da uma da manhã de domingo devido ao mau ambiente gerado pelas constantes discussões do casal. Ainda durante a chamada, o marido matou a mulher a tiro.

Testemunhas citadas pela imprensa local afirmam que o casal tinha brigado devido ao acordo de comunhão de bens. “Nunca irás pôr as mãos no meu dinheiro”, terá dito George. O álcool terá contribuído para o desfecho trágico, dizem os convidados do casamento.

George e Kelly trabalhavam no mesmo hospital do Indiana e viviam juntos com o filho de 10 anos da enfermeira, fruto de uma relação anterior. Segundo a imprensa, nada faria prever o desfecho violento da relação.

Desde 1986 que passou a aparticipar em alguns concursos da Canção realizada pela cultura da provincia de Malanje Chim João Quissua, (Vulinho Quissua) nasceu aos 07 de Dezembro de 1977 em Malanje. o músico é formado em Contabilidade de Gestão e Admistração de empresa.


Comecço da carreira: Desde muito pequeno, que Vulinho sempre gostou de música, acompanhava sempre os seus país a igreja, só para poder ver o grupo da Igreja a cantar, depois de um tempo pede aos seus pais para poder cantar também na quele grupo, e lhe autorizaram, onde ele aprofundou os seus conhecimentosxz tendo aula de canto.


O mercado angolano: o mercado angolano esta a evoluir porque antigamente so cantavam muitos não misturavam e agora estamais rigoroso e ha aquela necessidade de ir para outros países para fazer um trabalho melhor e com mais qualidade.


Dificuldades: Passo em algumas dificuldades sim principalmente na divulgação da musica e para gravar o primeiro album porque no nosso país para conseguir o patrocinador é dificil.


Dueto: Faria dueto com muitos musicos mais sitando alguns posso falar de Yuri da Cunha, Bangão, Matias damasios, Paulo Flores Puto português e muitos outros musicos.


Projectos: promover mais o meu trabalho e tentar trabalhar mais no album que esta preste a sair.


Albuns: Lancei álbum em 2012 intitúlado ”Nvula Weza” com 12 faixas musicais, e penso em lançar outro album ainda o proximo ano mais sem data prevista.


Texto: Iraneth da Cruz

O famoso slogan "Red Bull te dá asas" nunca custou tão caro à empresa.  Ele foi usado por mais de duas décadas nas campanhas da marca de bebidas energéticas. Mas agora custará 13 milhões de dólares.

A empresa resolveu pagar a quantia para encerrar uma ação coletiva nos EUA que a acusava de propaganda enganosa. Afinal, ninguém "ganhou asas".

Em uma nota oficial, a Red Bull disse que aceitou pagar o dinheiro para evitar os custos do litígio. Os 13 milhões serão distribuídos entre milhões de consumidores.

Com o acordo, os clientes que compraram a bebida nos últimos dez anos poderão escolher entre ser reembolsados em dez dólares ou receber um voucher de 15 dólares para gastarem com produtos Red Bull.

A ação

O criador da ação - à qual se juntaram outros clientes posteriormente - é o americano Benjamin Careathers. Ela foi criada em 16 de janeiro de 2013, em uma corte distrital de Nova York.

Ele alegou consumir a bebida desde 2002, sem perceber resultados em seu desempenho. Disse que a empresa enganou os consumidores ao falar "Red Bull te dá asas" e ao dizer que a bebida aumenta a velocidade e capacidade de reação e concentração.

A marca deixou claro que "desistir" de lutar contra a ação não significa que concorda que praticou propaganda enganosa, sim que quer evitar mais custos.

"Defendemos que nossos comerciais e embalagens sempre foram verdadeiros e precisos. Negamos toda e qualquer irregularidade ou responsabilidade", anunciaram ao site BevNet.

 

Wang Zhengyang disse que elaborou o seu primeiro ataque no sistema da sua própria escola, pois não queria passar horas fazendo o dever de casa
Redação.

Wang Zhengyang. Esse é o nome do mais jovem hacker da China, de 13 anos, que chamou atenção da mídia por discursar sobre segurança de sistemas na Conferência de Segurança da Internet, realizada no fim do mês passado em Pequim.

O pequeno se classifica como um “white hat” ou "chapéu branco", uma espécie de hacker que se dedica a conhecer e modificar os aspectos internos de dispositivos, programas e redes de computadores.

"É interessante procurar por riscos de cibersegurança e me sinto feliz quando encontro um, mas eu não uso meu talento para algo ilegal. Eu acho que aqueles que invadem sistemas o dia inteiro por lucro são imorais", disse Wang à emissora chinesa CCTV.

O "pequeno gênio", como é conhecido na comunidade de hackers chinesa, elaborou o seu primeiro “ataque” no sistema da própria escola. O motivo? Ele não queria passar horas fazendo o dever de casa. Após isso, Wang modificou o pagamento de uma loja on-line, alterando o valor normal de quase U$D 400 para apenas U$D 0,40.

Desde então, ele se especializou em descobrir falhas e consertou mais de cem sistemas vulneráveis em empresas e instituições da China.

"Você precisa atacar o site para encontrar suas fraquezas", finaliza o Menino.

Bill Mello é um jovem músico angolano residente na Africa do Sul, está com o seu segundo videoclipe promocional do estilo Afro House intutilado "Ai meu sogro".


Uma história amorosa que aconteceu à 1 ano, entre o seu sogro e a sua ex- namorada em Johannesburg.

O vídeo vai estreiar a próxima Quinta-Feira com exclusividade à Platina Line.

 

Na noite de Quarta-Feira, 08 de Outubro, o músico Vulinho Quissua fez o lançamento oficial do seu vídeoclipe da música “Historia do Semba”, no Miami Beach.

O semba teve as participações dos músicos Yuri da Cunha e Banda Maravilha, mas, não puderam fazer-se presente por motivos não decifrados. Durante o evento, teve show ao vivo onde o músico acima referido apresentou alguns dos seus trabalhos, partilhando o palco com o Grupo as “Amazonas” e o músico Geovani dos Garimpeiros.

Numa altura em que o estilo Semba tem se destacado, antes cantado pelos nossos kotas, hoje cantado pela nossa juventude que trazem uma evolução e um outro ritmo. Vulinho Quissua nesta música vem contar a historia do surgimento do Semba, os seus instrumentos tocados na altura, bem como os seus percussores, comparando com o semba actual que tem outro ritmo e esta ser bem apreciado pela juventude.

 

Assista o vídeo:

 

 
 
 

Um novo estudo científico de dois sexólogos italianos propõe uma revisão radical de tudo o que tem sido dito e escrito sobre a vagina e o orgasmo feminino.

O argumento central do trabalho a publicar no Jornal de Anatomia Clínica é o da inexistência de um “clítoris interno”, ou de qualquer extensão da área clitoriana para o interior da vagina.

Consequentemente, defendem Vincenzo e Giulia Puppo, do Centro Italiano de Sexologia, não há qualquer orgasmo vaginal. Tudo o que existe é o orgasmo clitoriano, que segundo os dois cientistas deve ser correctamente designado de “orgasmo feminino”, já que será o único.

“O orgasmo vaginal não tem base científica e o termo foi inventado por Freud”, afirmam. “O orgasmo ‘vaginal’ que algumas mulheres reportam é sempre causado pelos órgãos erécteis em redor”, explicam. Ou seja, o clítoris, que consideram ser a única fonte da tão desejada explosão de prazer.

O clítoris, recorde-se, é um pequeno órgão localizado no exterior do corpo, junto à entrada da vagina.

Portanto, uma das conclusões-chave do estudo é que muitas mulheres andam a ser diagnosticadas com um problema que na verdade não existe, e que não deve ser motivo de preocupação – o facto de não terem um orgasmo através da estimulação vaginal. Aliás, os autores afirmam que a sua pesquisa indica que a maioria das mulheres não tem orgasmos durante a penetração.

O estudo contém outras ideias que prometem gerar bastante polémica. Os Puppo negam a existência do muito discutido “ponto G”, sugerindo mesmo estar-se perante uma “fraude científica”. E declaram que todas as mulheres são capazes de atingir o orgasmo se foram correctamente estimuladas.

Apesar de estar a ser apresentado como a “palavra final” no longo debate sobre a anatomia íntima feminina, o estudo deverá acabar por alimentar novas conversas sobre o orgasmo. Incluindo na cama.

quarta, 08 outubro 2014 19:42

Cidade do kilamba vai receber Anselmo Ralph

O Musico Anselmo Ralph , o maior nome da musica moderna em Angola, , vão abrilhantar a festa da Emotions Party no próximo dia 01 de Novembro, Sábado na Tenda da Cidade do Kilamba a partir das 20h.

o evento será animado pelos Djs Kapiro, Paulo Alves, Wallge, Osvaldo Mix, Kelson Mario, Uno e Nibox . O produção do evento , afirmou que "Não foi fácil encontrar um “furo” na agenda do músico que têm inúmeras atividades agendadas não só em Angola, mas também no exterior do país, porem Anselmo Ralph faz questão de estrear-se e de levar os seus sucessos aos fãs da cidade do Kilamba".


Os ingressos estão a ser comercializados no preço único de 7 mil kzs para os Homens, as Mulheres pagam 5 mil kzs, e Vip 10 mil akzs com bar A e quinhentos Kwanzas (bar fechado), e Dez mil Kwanzas para área VIP (bar aberto). E, terá ainda muita animação e surpresas.

quarta, 08 outubro 2014 19:17

Emotions Party com Anselmo Ralph

 

O criador da marca “IB” promete apresentar o melhor que existe em termos de cor e acabamentos no dia 24 de Outubro, primeiro dia de desfiles, levando à passarela do Belas Fashion uma colecção de roupa masculina de gala, com estilo clássico-desportivo, trabalhada com tecido sarja, privilegiando as cores menos vibrantes como o preto, cinzenta, creme e castanho, cores elegantes para os homens.

“A colecção que vou apresentar prima pela elegância masculina e pretende acabar com o tabu do uso de roupas sociais que os jovens dizem ser apenas específica para senhores e idosos”, disse optimista, antecipando a apresentação da criação que decidiu denominar Maria, em homenagem a sua mãe, sua grande fonte de inspiração.

A colecção de ternos, gravatas e calças é rica em detalhes desportivos, visíveis na parte anterior das mangas, e nas barras coloridas que acentuam o pendor desportivo de cada peça. “Trata-se de fatos sociais com tonalidade desportiva que podem ser usados diariamente e não apenas em eventos especiais” acrescentou ansioso pela sua participação num dos eventos principais do calendário da moda angolana.

Voltado ao desenho de roupas masculinas, Indical Barbosa entrou no mundo da alta costura em 2006, tendo participado pela primeira vez, em 2007, num desfile: no Moda Luanda. Formado em Alta Costura na África do Sul, assina a marca IB, uma grife de roupas masculinas que tem deixado a sua marca pelo rigor no corte e pelas propostas singulares.

O estilista que tem preferência o uso do tecido Sarja, já vestiu personagens de renome, como Paulo Cassoma, Ex-presidente da Assembleia Nacional, o jornalista Victor Hugo Mendes e os músicos Caló Pascoal e Addy Lima.

O Belas Shopping abre mais uma vez as portas ao melhor da sociedade angolana, para dois dias de desfiles, 24 e 25 de Outubro, num evento exclusivo que promove a interacção entre estilistas, músicos, artistas plásticos, empresários, políticos e profissionais de vários segmento. Preparado ao mínimo detalhe, o Belas Fashion destaca-se pelo nível da organização e pela qualidade dos desfiles, dos estilistas e convidados, elementos que convergem para a materialização de um dos eventos mais emblemáticos na moda nacional.

Legenda da foto: Rui Lopes, Sonwabile Ndamase, Jan Malan e Indical Barbosa na primeira edição do Angola Business Fashion.

Um homem de 54 anos matou a mulher, de 50, com quem tinha casado horas antes no Indiana, Estados Unidos, e suicidou-se de seguida.

O caso aconteceu em Terre Haute – localidade conhecida por ser um centro de execução de presos condenados à morte – e explica-se por um dos factores que mais frequentemente leva ao término de uma relação: o dinheiro.

A peculiaridade de mais um caso de violência conjugal extrema está no facto de ter ocorrido escassas horas após o casamento de George Samson, o homicida-suicida, e Kelly Ecker, a vítima.

De acordo com o jornal IndyStar, Kelly ligou o número de emergência apenas três minutos depois do último convidado abandonar a festa, que terminou pouco depois da uma da manhã de domingo devido ao mau ambiente gerado pelas constantes discussões do casal. Ainda durante a chamada, o marido matou a mulher a tiro.

Testemunhas citadas pela imprensa local afirmam que o casal tinha brigado devido ao acordo de comunhão de bens. “Nunca irás pôr as mãos no meu dinheiro”, terá dito George. O álcool terá contribuído para o desfecho trágico, dizem os convidados do casamento.

George e Kelly trabalhavam no mesmo hospital do Indiana e viviam juntos com o filho de 10 anos da enfermeira, fruto de uma relação anterior. Segundo a imprensa, nada faria prever o desfecho violento da relação.

Desde 1986 que passou a aparticipar em alguns concursos da Canção realizada pela cultura da provincia de Malanje Chim João Quissua, (Vulinho Quissua) nasceu aos 07 de Dezembro de 1977 em Malanje. o músico é formado em Contabilidade de Gestão e Admistração de empresa.


Comecço da carreira: Desde muito pequeno, que Vulinho sempre gostou de música, acompanhava sempre os seus país a igreja, só para poder ver o grupo da Igreja a cantar, depois de um tempo pede aos seus pais para poder cantar também na quele grupo, e lhe autorizaram, onde ele aprofundou os seus conhecimentosxz tendo aula de canto.


O mercado angolano: o mercado angolano esta a evoluir porque antigamente so cantavam muitos não misturavam e agora estamais rigoroso e ha aquela necessidade de ir para outros países para fazer um trabalho melhor e com mais qualidade.


Dificuldades: Passo em algumas dificuldades sim principalmente na divulgação da musica e para gravar o primeiro album porque no nosso país para conseguir o patrocinador é dificil.


Dueto: Faria dueto com muitos musicos mais sitando alguns posso falar de Yuri da Cunha, Bangão, Matias damasios, Paulo Flores Puto português e muitos outros musicos.


Projectos: promover mais o meu trabalho e tentar trabalhar mais no album que esta preste a sair.


Albuns: Lancei álbum em 2012 intitúlado ”Nvula Weza” com 12 faixas musicais, e penso em lançar outro album ainda o proximo ano mais sem data prevista.


Texto: Iraneth da Cruz