domingo, 26 dezembro 2010 04:13

Luzes, Câmera, Reacção!

Os filmes de acção são sem sombra de dúvidas um dos meus géneros predilectos, acho até que aparece no top 2. Mas sempre, tenho tido o desagrado de ouvir alguém dizer que num determinado filme de acção, por exemplo "Ong Bak" ou mesmo "Desportos Sangrentos", havia muita pancadaria, muito sangue, e, ainda por cima nada fazia jus a tamanha sequência de acção.

Ok, ok. Mas é exactamente aí onde eu começo a me chatear.

Quando viste o cartaz do filme dizia o quê? Afinal de contas qual é o género do filme? Não deu para perceber pelo título que dizia "Desportos Sangrentos"? Meu caro amigo, caso você também faça parte desse grupo selecto que não gosta de porrada em filmes de acção; sinceramente, você anda a "brincar cô vida". Trata-se de um filme de acção! O que é que você quer num filme deste tipo? Drama? Ou comédia?

Agora; Vamos ainda Lá Ser Sinceros! Quando é que tu disseste para alguém ou para ti mesmo que num filme pornográfico, sim pornográfico mesmo, tem muitas cenas de sexo? Os actores são péssimos? Não há diálogo suficiente entre os actores? Hem? Diz então... Ah não, essas cenas de sexo não se coadunam com o roteiro. Quando, quando é que tu fizeste isso?

Tu não fazes nada disso porque tu sabes que é um filme pornográfico, o maior objecto de ou em acção são as cenas de sexo. Então como é que quando está a passar um filme de acção querem mandar bocas a falarem das cenas de acção dentro de um filme de acçãoPelo amor de Deus!

Queres diálogo, mais interacção entre os actores, mais drama, mais comédia ou mesmo mais temor; existem géneros dedicados a cada um destes propósitos acima mencionados. Só não venham exigir menos surra no género dedicado a surra. Assim também já é demais.

Principalmente agora em que existem muitos críticos, muitos deles não sabem sequer interpretar qualquer cena, seja lá qual for; a maioria quer seguir essa pedalada, também quer criticar, e criticam sem fundamentos, tudo fora do contexto.

Umas das desculpas mais parvas, verdade seja dita, que costumo ouvir, é aquela em que: Os filmes de acção suscitam a violência. Aié? Afinal?
E os dramas não suscitam morbidez? Não incentivam os "donos do amor" a matarem-se quando não são correspondidos? Ou quando o seu "amor" parte para o além? Os filmes pornográficos não provocam ideias que em pleno século 21 (mesmo essa lenga-lenga do século 21 tem que ser bem discutida) ainda chamamos de indecentes?

Querem "mazé" conversa pá, aqui é "cada quale cu dele". "Nós da acção" e "vocês da reacção".

Ninguém se mete no vosso estilo, por favor, não metam-se no nosso!

Comentar

     

Código de segurança
Atualizar